Veja a repercussão da morte de Eduardo Campos

Por Nadia

A presidente Dilma Rousseff decreta luto oficial de 3 dias pela morte do candidato à Presidência pelo PSB, Eduardo Campos, e as bandeiras em frente ao Palácio do Planalto estão a meio pau.

Dilma declarou luto de três dias | Sean Gallup/Getty Images Dilma declarou luto de três dias | Sean Gallup/Getty Images

A morte de Campos fez com que a candidata à reeleição cancelasse a entrevista que ia conceder hoje no Rio de Janeiro ao Jornal Nacional, da TV Globo.

Em nota, o PT disse que entrou em luto por 3 dias e que no período o partido não vai realizar compromissos de campanha nas esferas nacional, estadual e municipal.

Leia também:

• Em pronunciamento, Dilma fala sobre relação afetuosa com Campos
• Clubes de Recife fazem homenagem a Eduardo Campos
• Emocionada, Marina Silva diz que morte de Campos é uma tragédia
• Imprensa internacional destaca a morte de Eduardo Campos

A presidente Dilma Rousseff acabou de emitir a seguinte nota:

“A presidenta Dilma Rousseff lamentou nesta quarta-feira (13) o falecimento de Eduardo Henrique Accioly Campos em tragédia com queda de aeronave em Santos (SP). Confira na íntegra:

O Brasil inteiro está de luto. Perdemos hoje um grande brasileiro, Eduardo Campos. Perdemos um grande companheiro.

Neto de Miguel Arraes, exemplo de democrata para a minha geração, Eduardo foi uma grande liderança política. Desde jovem, lutou o bom combate da política, como deputado federal, ministro e governador de Pernambuco, por duas vezes.

Tivemos Eduardo e eu uma longa convivência no governo Lula, nas campanhas de 2006, 2010 e durante o meu governo.

Estivemos juntos, pela última vez, no enterro do nosso querido Ariano Suassuna. Conversamos como amigos. Sempre tivemos claro que nossas eventuais divergências políticas sempre seriam menores que o respeito mútuo característico de nossa convivência.

Foi um pai e marido exemplar. Nesse momento de dor profunda, meus sentimentos estão com Renata, companheira de toda uma vida, e com os seus amados filhos. Estou tristíssima.

Minhas condolências aos familiares de todas as vítimas desta tragédia.

Decretei luto oficial de 3 dias em homenagem à memória de Eduardo Campos. Determinei a suspensão da minha campanha por 3 dias.”

Aécio lamentou a morte de Eduardo Campos | José Cruz/ ABr Aécio lamentou a morte de Eduardo Campos | José Cruz/ ABr

Aécio Neves lamentou a morte de Campos

O candidato do PSDB à presidência, Aécio Neves, lamentou a morte do candidato do PSB à presidência, Eduardo Campos, em um acidente aéreo em Santos, no litoral de São Paulo. O jato particular de Campos caiu na cidade após um suposto choque com um helicóptero.

“É com imensa tristeza que recebi a notícia do acidente que vitimou o ex-governador e meu amigo Eduardo Campos. O Brasil perde um dos seus mais talentosos políticos, que sempre lutou com idealismo por aquilo em que acreditava. A perda é irreparável e incompreensível. Nesse momento, minha família e eu nos unimos em oração à família de Eduardo, seus amigos e a milhões de brasileiros que, com certeza, partilham a mesma perplexidade e pesar”, declarou Aécio através de sua equipe nas redes sociais.

Aécio realizaria campanha nesta quarta-feira em Natal, no Rio Grande do Norte, e em três cidades na Paraíba.

A aeronave de Campos caiu por volta das 10h30 da manhã. O assessor do candidato, Carlos Percol, e outros membros da campanha também morreram na queda.

Erundina diz que PSB deve manter projeto

A deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP) lamentou nesta quarta-feira a morte do candidato do PSB, Eduardo Campos, após a queda do jato particular de campanha em Santos, no litoral de São Paulo.

Sobre o futuro da candidatura do partido, Erundina afirmou que o PSB deve seguir o caminho para honrar o que Campos lutou. Uma das possibilidades é que a candidata a vice, Marina Silva, assuma a chapa e que o PSB indique um vice – o nome de Erundina pode ser escolhido.

“É um momento de reflexão e de responsabilidade de cada um de nós do PSB para não perdermos o trabalho. Temos de manter o que é de melhor para o Brasil”, afirmou Erundina em entrevista à TV Band. “A direção do partido vai ter sabedoria junto com as outras lideranças para conseguirmos decidir o que fazer num momento desses”.

Erundina afirmou que ficou abalada com a morte de Campos. “O Eduardo desejava transformar o Brasil numa condição melhor. Temos de preservar essa candidatura. Todos nós sonhamos com uma nova forma de fazer política, de responsabilidade com o Brasil”.

Lula: “perdemos um homem de rara qualidade”

Por meio de uma nota, o ex-presidente Lula afirmou estar “profundamente entristecido com a trágica morte” do ex-governador de Pernambuco, a quem chamou de amigo e companheiro.

“O país perde um homem público de rara e extraordinária qualidade. Tive a alegria de contar com sua inteligência e dedicação nos anos em que foi nosso ministro de Ciência e Tecnologia. Ao longo de toda sua vida, Eduardo lutou para tornar o Brasil um país mais justo e digno”, diz o comunicado.

Eduardo Campos estava no jato particular que caiu na manhã desta quarta-feira em Santos. O candidato estava acompanhado do assessor Carlos Percol e de equipes de filmagem. Sete pessoas morreram no acidente: Alexandre da Silva (fotógrafo), Carlos Augusto Leal Filho “Percol” (assessor), Geraldo da Cunha (piloto), Marcos Martins (piloto), Marcelo Lira (cinegrafista) e Pedro Valadares Neto (assessor).

Veja a nota completa:

Como todos os brasileiros, estou profundamente entristecido com a trágica morte de Eduardo Campos. Um grande amigo e companheiro.

Conheci Eduardo através de seu avô, Miguel Arraes, um memorável líder das causas populares de Pernambuco e do Brasil.

O país perde um homem público de rara e extraordinária qualidade. Tive a alegria de contar com sua inteligência e dedicação nos anos em que foi nosso ministro de Ciência e Tecnologia. Ao longo de toda sua vida, Eduardo lutou para tornar o Brasil um país mais justo e digno.

O carinho, o respeito e a admiração mútua sempre estiveram presentes em nossa convivência.

Nesse momento de dor, eu e Marisa nos solidarizamos com sua mãe, Ana Arraes, sua esposa, Renata, seus filhos e toda a sua família, amigos e companheiros.

Também prestamos solidariedade às famílias dos integrantes da sua equipe e dos tripulantes que faleceram nesse terrível acidente.

Luiz Inácio Lula da Silva

Pastor Everaldo
O candidato à Presidência da República, Pastor Everaldo, diz que está orando pela família de Eduardo Campos e pelo Brasil.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o candidato do PSC contou que seu último encontro com Campos foi numa igreja evangélica em São Paulo.

Serra: “Campos tinha futuro como executivo”

O ex-governador de São Paulo José Serra disse em entrevista à BandNews FM que está muito triste com a morte de Eduardo Campos, e que o país perdeu um homem com capacidade de governar.

O candidato ao Senado no Estado de São Paulo pelo PSDB revelou que tinha um alinhamento ideológico muito forte com Campos, mesmo pertencendo a partidos diferentes.

Serra ressaltou que o político administrou Pernambuco por duas vezes e que não se trata de um Estado fácil de gerir. “Ele deu provas que tinha futuro como executivo”.

Para o tucano, Campos tratava de uma pessoa que procurava se atualizar e que buscava o diálogo.

Romário: ‘Brasil perde um dos seus maiores políticos’

O deputado federal Romário, do PSB, mesmo partido de Eduardo Campos, lamenta a morte do candidato à presidência: “o Brasil acaba de perder um de seus melhores quadros políticos. (…) Foi um privilégio aprender com um homem íntegro e extremamente republicano, que amava seu país, seu povo, acreditava e fazia uma política honesta”.

Veja o post completo de Romário no Facebook:

O Brasil acaba de perder um de seus melhores quadros políticos, o candidato a presidente pelo PSB Eduardo Campos. Tive a felicidade de conviver muito com ele nos últimos meses, desde meu retorno ao partido. Foi um privilégio aprender com um homem íntegro e extremamente republicano, que amava seu país, seu povo, acreditava e fazia uma política honesta. 

Sob o seu comando, o Brasil com certeza teria um futuro bem melhor. É difícil visualizar um quadro mais capacitado que ele para comandar o país neste momento. Uma lástima.

Campos foi governador de Pernambuco por dois mandatos, com altíssimo índice de aprovação pelos cidadãos pernambucanos. Para eles, seus amigos e sua família eu expresso, neste momento, minha profunda tristeza. 

Força Renata, sua amada esposa, e Maria Eduarda, João, Pedro, José e Miguel, seus queridos filhos. 

Luto!

Presidente da Câmara faz declaração

O presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves declarou, em entrevista à BandNews FM nesta quarta-feira, ser um choque a morte do candidato à presidência da República Eduardo Campos.

Alves disse: “Eduardo tinha um talento incrível e imenso. É inacreditável que ele tenha morrido”.

O presidente da Câmara dos Deputados falou, ainda, que a tristeza tomou todo o Brasil, mas no nordeste ela é maior. Campos nasceu em Recife e exerceu parte de sua vida política em Pernambuco.

Perguntado sobre os rumos das próximas eleições, Eduardo Alves afirmou: “Ninguém está conseguindo ver um palmo do horizonte político eleitoral”.

Eduardo Campos estava em um jato particular que caiu na manhã desta quarta-feira em Santos, no litoral de São Paulo. O candidato era acompanhado pelo assessor Carlos Percol e de equipes de filmagem. Sete pessoas morreram no acidente.

Nota do Luiz Fernando Pezão, governador do Rio*

“O país perde prematuramente Eduardo Campos, homem honrado e sempre atento às demandas sociais do povo brasileiro. Empenhado na construção de um país igualitário, justo e democrático, Eduardo Campos seguia os passos de seu avô Miguel Arraes, um dos mais importantes nomes da política republicana. Político jovem, com carreira promissora, Eduardo Campos fará muita falta à democracia brasileira. As conquistas e os prêmios de reconhecimento atestam o trabalho e o comprometimento de Eduardo Campos com o bem estar social e a vida cotidiana do pernambucano. Estas premissas também guiavam suas propostas para o Brasil. Meus sentimentos aos amigos e familiares de Eduardo Campos, neste momento tão difícil, assim como presto solidariedade às famílias das demais vítimas.”
* O governador decretou luto oficial de três dias no Estado pela morte de Eduardo Campos

 

Nota do Eduardo Paes, prefeito do Rio*

“Estamos todos chocados. Eduardo Campos fazia parte de uma geração de políticos comprometidos com a luta por um país melhor e mais justo. Que os seus sonhos se confirmem. Solidarizo-me profundamente com a sua família, com os seus amigos e partidários e com o povo pernambucano.”
* Prefeitura do Rio decretou luto oficial de três dias na cidade pela morte de Eduardo Campos

 

Renato Casagrande (PSB), governador do Espírito Santo e candidato a reeleição

O choque foi muito grande. Me deixou muito triste a morte de Eduardo, a quem conheço desde 1991 e com quem atuei na Câmara, como vice-líder. Deixa um vazio. O partido perde, a política brasileira perde. Eduardo trabalhou até o último instante por aquilo que ele acreditava. E o que ele construiu junto com Marina e demais lideranças não se perde. Há duas semanas, ele esteve no Espírito Santo, mais uma vez, agora como candidato à Presidência. Foi muito boa a vinda dele, deixou uma energia muito positiva. Agora, não há clima para conversa sobre o futuro das eleições. Não há nada mais a fazer do que apoiar a família de Eduardo.

 

Tarso Genro, governador do RS

“Estamos profundamente abalados. É uma perda humana e política brutal para o país. Ele foi um grande brasileiro.”

 Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República

“Não há palavras que amenizem as perdas. Ainda assim, expresso minhas condolências, meus sentimentos de tristeza e de pesar.”

Na mensagem, o ex-presidente ressalta que sempre manifestou respeito pelo ex-governador de Pernambuco e que quem sofre a maior perda é o país. “No momento em que precisamos de líderes jovens e competentes, perdemos um dos melhores. Sua carreira nacional apenas se iniciava. Fosse ou não eleito, seria um líder para a renovação política de que tanto necessitamos. É uma perda irreparável”, afirmou Fernando Henrique.

José Fortunati, prefeito de Porto Alegre

“Era um político reto e excelente administrador público. Tenho certeza de que o Brasil perde muito com a morte dele.”

 

José Ivo Sartori, candidato a governador do RS pelo PMDB, aliado de Eduardo Campos

“É um desastre. Para as pessoas, para a família e também para a nação, que perde um jovem político que queria mudanças no país.”

 

“Estou chocado, surpreso e muito triste. Eduardo Campos era o líder ideal e o sopro de esperança para a política brasileira. Foi um grande gestor e tinha as características de que o país precisa. O país inteiro perde, e a democracia foi atingida”

 

Luciano Rezende (PPS), prefeito de Vitória 

“Perdi um amigo, um apoio, uma pessoa com quem tinha um relacionamento pessoal, de forma trágica. Quanto à política do nosso país, é também uma perda muito grande, porque ele representava uma esperança, uma novidade na política e perspectiva de mudanças, pois a política está polarizada há muito tempo. Pela sua juventude,  Eduardo significava para milhões de brasileiros uma alternativa”

 

Audifax Barcelos (PSB), prefeito da Serra (ES)

“Pessoalmente, fiquei muito triste e tocado com essa fatalidade. Tive um breve contato com Eduardo Campos, e o ex-governador me tratou com muita atenção e respeito. Sabemos a falta que fará como político, mas antes disso me sensibiliza a falta que fará para sua família”

 

Rodney Miranda (DEM), prefeito de Vila Velha (ES)

“Com profundo pesar recebi a notícia do falecimento do candidato à Presidência da República, Eduardo Campos. Meus votos de condolências aos familiares e amigos de todas as vítimas, em especial aos de Campos”

 

Geraldo Luzia Júnior (PPS), o Juninho, prefeito de Cariacica

 

Pelo twitter, políticos e famosos também se manifestaram

Captura de Tela 2014-08-13 às 16.48.26

Captura de Tela 2014-08-13 às 16.48.34

Captura de Tela 2014-08-13 às 16.48.42

Captura de Tela 2014-08-13 às 16.48.09

Captura de Tela 2014-08-13 às 16.47.29

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo