Eduardo Campos propõe fundo nacional de segurança

Por lyafichmann
Marina e Eduardo demonstraram unidade | Divulgação/Rede Sustentabilidade Segundo Campos, 54 mil pessoas morreram no ano passado em decorrência da violência no país | Divulgação/Rede Sustentabilidade

O candidato do PSB à presidência da República, Eduardo Campos, anunciou nesta sexta-feira que, se for eleito, criará um fundo nacional de segurança e incrementará o orçamento da saúde em R$ 38 bilhões ao longo de quatro anos. Campos fez a declaração durante encontro com empresários, comerciantes e agricultores, na cidade de Arapiraca, em Alagoas.

Segundo Campos, 54 mil pessoas morreram no ano passado em decorrência da violência no país. “Vamos financiar a segurança pública, colocar recursos nos estados e municípios para ajudar na contratação de mais pessoal, compra de equipamentos, contratação de soluções de tecnologia de informação, para que, juntos, governos federal e estadual, sociedade e municípios possam enfrentar essa mazela dos homicídios, da criminalidade que intranquiliza a sociedade brasileira.”

Leia também:
• Aécio Neves diz que vai combater tráfico de drogas
• ‘Preciso do voto do povo e da graça de Deus’, diz Dilma

O fundo que Campos pretende criar também servirá para aumentar a remuneração dos profissionais de segurança pública que apresentem resultados na redução da violência, de forma a premiar iniciativas que dão certo. O candidato disse que os recursos virão de tributos e taxas que já existem para fomentar a segurança, mas que estão sendo contingenciados pelo governo ou desviados para outras finalidades.

selo interno Eleições-2 Clique e saiba como mandar sua pergunta

Ele explicou que a mudança na saúde será feita com mais gestão, formando a juventude no interior do país e abrindo cursos de medicina, porque muitos fecharam. “Mas queremos assumir o compromisso público de colocar mais R$ 38 bilhões na saúde pública no Brasil nos próximos quatro anos. Para abrir hospitais que fecharam, para contratar médicos, para fazer os exames acontecerem e as cirurgias andarem nas filas intermináveis que vemos Brasil afora.”

Campos também prometeu investir na agricultura familiar e nas obras de mitigação da seca para ajudar a desenvolver o Semiárido nordestino. É preciso garantir o abastecimento de água nas cidades da região para acabar com a penitência do carro-pipa, que constrange tantas famílias no interior do país, disse ele. É preciso também, acrescentou, assumir compromisso com os que querem terra, garantindo a eles apoio com crédito, assistência técnica e com compra direta do governo.

De Arapiraca, Eduardo Campos seguiu para Garanhuns, em Pernambuco, para participar de uma carreata na região central da cidade. Ainda hoje, o candidato visita a cidade de Bom Conselho, também em Pernambuco, onde uma caminhada deve encerrar a agenda de campanha do dia.

Debates
O primeiro debate presidencial ocorrerá aqui na Band, no dia 21 de agosto, seguindo uma tradição histórica do Grupo Bandeirantes. No dia 14 de agosto, os candidatos ao governo também se encontrarão na Band para o primeiro debate.

Quer saber mais sobre os candidatos a presidente?
Clique nos nomes e veja um minicurrículo de cada um dos 11 políticos que disputam o cargo.

aecio neves dilma rousseff eduardo campos eduardo jorge
eymael levy fidelix luciana genro mauro iasi
pastor everaldo rui pimenta ze maria band eleicoes
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo