Para Eduardo Campos, indústria de equipamentos está na UTI

Por lyafichmann
Campos atacou Dilma durante sabatina da CNA | Joel Rodrigues/Folhapress Segundo Campos, o Brasil precisa ter um presidente que defenda a indústria de máquinas | Joel Rodrigues/Folhapress

O candidato do PSB a presidente da República, Eduardo Campos, afirmou nesta quinta-feira que a indústria do país vive atualmente o momento mais “duro” das últimas quatro décadas e que o setor está na UTI. Ele participou de um encontro com industriais em São Paulo.

“Estamos vivendo um processo de desindustrialização”, disse Campos na reunião com empresários da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), na capital paulista.

Segundo ele, o Brasil precisa ter um presidente que defenda a indústria de máquinas.

Campos ainda disse que implantará medidas de curto prazo, como desoneração de tributos e aumento de crédito, para reaquecer o segmento produtivo.

Debates
O primeiro debate presidencial ocorrerá aqui na Band, no dia 21 de agosto, seguindo uma tradição histórica do Grupo Bandeirantes. No dia 14 de agosto, os candidatos ao governo também se encontrarão na Band para o primeiro debate.

Quer saber mais sobre os candidatos a presidente?
Clique nos nomes e veja um minicurrículo de cada um dos 11 políticos que disputam o cargo.

aecio neves dilma rousseff eduardo campos eduardo jorge
eymael levy fidelix luciana genro mauro iasi
pastor everaldo rui pimenta ze maria band eleicoes
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo