Garotinho quer romper contrato de privatização do Maracanã

Por lyafichmann
Maracanã será o palco da final da Copa do Mundo | Ricardo Moraes/Reuters Garotinho quer que Estado tome conta do Maracanã | Ricardo Moraes/Reuters

O candidato do PR ao governo do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, afirmou nesta quarta-feira que irá cancelar o contrato de privatização do Maracanã como a primeira medida de sua administração, caso seja eleito no pleito de outubro.

Garotinho participou de uma sabatina promovida por UOL, SBT e Folha de S. Paulo. “Vou cancelar no primeiro dia. Pegar R$ 1,5 bilhão e dar para o Eike Batista? O Maracanã tem de ser administrado pelo Estado para todos os clubes jogarem lá”.

O candidato do PR fez críticas ao atual governador do Estado, Luiz Fernando Pezão (PMDB), que busca a reeleição. “Pelo preço cobrado pelo saco de pipoca no estádio parece até que você está na Disneylândia”.

Garotinho ainda afirmou que irá reduzir impostos nas áreas das favelas para que empresas se instalem no local. Ele ainda prometeu modificar o projeto das UPPs por meio de um “Batalhão de Defesa Social”.

Debates
O primeiro debate presidencial ocorrerá aqui na Band, no dia 21 de agosto, seguindo uma tradição histórica do Grupo Bandeirantes. No dia 14 de agosto, os candidatos ao governo também se encontrarão na Band para o primeiro debate.

Quer saber mais sobre os candidatos a presidente?
Clique nos nomes e veja um minicurrículo de cada um dos 11 políticos que disputam o cargo.

aecio neves dilma rousseff eduardo campos eduardo jorge
eymael levy fidelix luciana genro mauro iasi
pastor everaldo rui pimenta ze maria band eleicoes
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo