TCE abre processo para investigar conselheiro no caso Alston

Por Tercio Braga
Robson Marinho também é investigado pelo MP | Julia Moraes/Folhapress Robson Marinho também é investigado pelo MP | Julia Moraes/Folhapress

O presidente do TCE (Tribunal de Contas do Estado), Edgard Camargo Rodrigues abriu processo interno para investigar o conselheiro Robson Marinho, suspeito de receber propina da Alstom para beneficiar a empresa em licitações do Metrô e da CPTM.

De acordo com despacho, publicado nesta quinta-feira no “Diário Oficial”, uma comissão, composta por três conselheiros, irá apurar se Marinho cometeu irregularidades no exercício da função de conselheiro do TCE, onde ingressou em 1997. Ex-chefe da Casa Civil do governo Mário Covas (PSDB), Marinho também é alvo de uma investigação criminal, no STJ (Superior Tribunal de Justiça), e outra por improbidade administrativa, pelo MP (Ministério Público) de São Paulo. Uma conta de Marinho na Suíça foi bloqueada com US$ 1,1 milhão. O valor foi depositado por lobistas usados pela Alstom.

A comissão deve analisar um ato de Marinho, de junho de 2001. À época, ele julgou regular um contrato de extensão de garantia de equipamentos fornecidos pela Alstom à EPTE ( Empresa Paulista de Transmissão de Energia).

Em janeiro, a Justiça aceitou denúncia do MP e abriu processo criminal contra 11 acusados de envolvimento no caso. Por ter foro privilegiado, Marinho não foi investigado nem denunciado.

Marinho nega as acusações e afirma que nunca praticou qualquer ato que possa desabonar sua conduta.

Siemens

A Siemens assinou ontem um acordo de cooperação com o MP se comprometendo a repassar aos promotores que investigam o cartel do sistema metroferroviário todos os documentos preservados em seus arquivos, inclusive da matriz na Alemanha.

Com os contratos, o MP espera descobrir os destinatários da propina. Em nota, a Siemens afirma que a iniciativa irá auxiliar as investigações e é mais um importante passo para esclarecer os fatos e encerrar este capítulo embaraçoso do passado.

Loading...
Revisa el siguiente artículo