Maioria dos ministros do STF absolve condenados no mensalão

Por george.ferreira

Com seis votos a cinco, os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) absolveram o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e mais seis réus do crime de formação de quadrilha na Ação Penal 470, o processo do mensalão. A partir da decisão, os condenados poderão ter redução de pena. Dirceu e Delúbio, por exemplo, poderão passar do regime fechado para o semiaberto.

Leia mais: • Joaquim Barbosa critica absolvições no mensalão

Os votos contrários foram dos ministros Marco Aurélio, Gilmar Mendes, Joaquim Barbosa, Celso de Mello e Luiz Fux, relator dos pedidos de embargo. Para os magistrados, ficou configurada quadrilha no desvio de recursos públicos e fraude de empréstimos, que foram usados para pagar parlamentares para apoiar o governo federal na gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os ministros Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Dias Toffoli, Teori Zavascki e Roberto Barroso, por sua vez, votaram pela absolvição dos oito réus. Para eles, os condenados não se uniram com o objetivo de cometer crimes.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo