Senadores trabalharão uma semana por mês durante quatro meses

Por Tercio Braga

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-RN), e os líderes partidários da Casa decidiram nesta terça-feira que, entre junho e setembro, os senadores trabalharão somente uma semana por mês. O chamado “esforço concentrado” é comum no segundo semestre de anos eleitorais.

A frequência dos parlamentares tende a diminuir devido às convenções partidárias, e à campanha eleitoral. Mas, este ano, também há a Copa do Mundo. Nas semanas em que houver votação de projetos, os parlamentares trabalharão de segunda à sexta-feira. Geralmente, as sessões no plenário ocorrem às 3ªs, 4ªs e 5ªs feiras.

Na reunião, os líderes decidiram que, nesse período, os senadores votarão projetos pré-definidos pelo presidente da Casa. Nos demais dias do mês, haverá sessões não deliberativas, nas quais os parlamentares discursam, mas não votam projetos.

Segundo Renan, a primeira semana do “esforço concentrado” ocorrerá entre os dias 02 e 06 de junho. Em julho, o Senado entra em recesso e volta em agosto, quando se iniciam – oficialmente – as campanhas eleitorais.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo