MJ deve pedir extradição de Pizzolato ao Itamaraty

Por george.ferreira

O Ministério da Justiça deve encaminhar ao Itamaraty o pedido de extradição do ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato. O documento foi entregue a José Eduardo Cardozo pela Procuradoria-Geral da República, que protocolou o pedido ontem.

Pizzolato foi condenado a mais de 12 anos e sete meses de prisão pelo STF (Supremo Tribunal Federal), mas fugiu para Itália, onde está detido, usando documentos de um irmão morto há 36 anos.

Genoino

O presidente do STF, Joaquim Barbosa, determinou uma nova avaliação médica de José Genoino. O ex-deputado se recupera de uma cirurgia cardíaca e aguarda uma definição sobre se poderá permanecer cumprindo a pena de quase sete anos em regime de prisão domiciliar

Na segunda, a defesa de outro condenado, o ex-ministro José Dirceu comunicou a Justiça sobre o pagamento da multa de R$ 971 mil, imposta no processo.

O dinheiro veio de uma campanha na internet e ainda não foi divulgado o que será feito com os mais de R$ 100 mil arrecadados a mais.

Recursos

Na quarta-feira, os ministros do Supremo devem começar a se pronunciar sobre os 12 embargos infringentes. Os últimos recursos do caso – que, na prática, permitem um novo julgamento dos crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro – começaram a ser analisados na semana passada.

O relator desta fase do processo, ministro Luiz Fux, acredita no encerramento da questão até a quinta-feira.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo