Rejeição a manifestações é a maior desde junho, aponta pesquisa

Por fabiosaraiva
Mascarado destrói agência bancária. Manifestantes realizaram o protesto “contra a realização da Copa no Brasil | Rogério Cassemiro/Folhapress Agência bancária destruída por manifestantes durante protesto contra a realização da Copa no Brasil | Rogério Cassemiro/Folhapress

O apoio à onda de protestos, iniciada em junho do ano passado, atingiu o patamar mais baixo entre os brasileiros, segundo pesquisa Datafolha.

O levantamento aponta que 52% dos entrevistados são favoráveis às manifestações. No final de junho de 2013, quando mais de um milhão de pessoas foram às ruas em todo o país, o índice de aprovação era de 81%. Já a rejeição aumentou de 15 para 42%.

Aprovação a protestos caí em fevereiro, diz pesquisa
Ação da ‘Tropa do Braço’ foi um sucesso, diz Polícia Militar
262 detidos em manifestação em São Paulo são liberados

Entre as regiões, o menor apoio está no Nordeste, com 46%; e o maior no Sul, com 60%. A pesquisa foi feita nos dias 19 e 20 de fevereiro, com mais de 2.600 pessoas, em 161 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

A pesquisa também perguntou sobre a Copa do Mundo no Brasil. O índice de apoio, de 52%, é o menor registrado desde que a Datafolha começou a perguntar sobre o assunto, em novembro de 2008. Na ocasião, o percentual era de 79%. A rejeição subiu de 10 para 38% no mesmo período


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo