Avião da TAM que ia para SP faz pouso não previsto

Por Tercio Braga

Um avião da TAM que saiu de Frankfurt, na Alemanha, com destino a São Paulo, fez pouso não previsto nas Ilhas Canárias neste domingo. De acordo com a assessoria de imprensa da companhia, o voo JJ9374, com destino ao Aeroporto de Cumbica, foi alternado para o aeroporto de Las Palmas, nas Ilhas Canárias, por problemas operacionais.

Segundo a nota, equipes técnicas da TAM foram deslocadas da Europa e estão no local realizando a manutenção. A aeronave está programada para decolar nas próximas horas, com destino a São Paulo.

De acordo com o site espanhol TeldeActualidad, a aeronave transportava também materiais tóxicos e o pouso foi solicitado após o piloto detectar fumaça vinda do compartimento de carga. Todos os passageiros tiveram de deixar a aeronave para que a inspeção fosse realizada.

A TAM nega essas informações e afirma que o problema não está vinculado à carga. A companhia afirma, ainda, que teve uma questão operacional de menor porte em que o equipamento de um dos banheiros do fundo da aeronave teve uma pane, o que não colocou em risco a segurança do voo.

Eles também negam qualquer registro de fumaça, mas assumem o registro de um cheiro desconfortável no local. O supervisor de manutenção da TAM do aeroporto de Frankfurt foi enviado ao local e chegou esta manhã às ilhas Canárias com os materiais sugeridos pela Boeing pelo caso.

Veja, na íntegra, as notas da TAM:

A TAM Linhas Aéreas informa que a aeronave que operava o voo JJ9374 (Frankfurt-São Paulo/Guarulhos) e que foi alternada para o aeroporto de Las Palmas, nas Ilhas Canárias, em 22 de fevereiro, teve problemas operacionais. Equipes técnicas da TAM deslocadas da Europa estão no local realizando a manutenção, e a aeronave está programada para decolar nas próximas horas, para seu destino final.

A TAM esclarece que não houve nenhum problema com as cargas que estão no porão da aeronave, o que foi confirmado pelas equipes técnicas que já vistoriaram o avião. A companhia segue rigidamente todas as legislações que regulamentam o transporte de cargas realizado em aviões de passageiros.

– O problema não está vinculado a nenhuma questão com as cargas que estão no porão da aeronave. Elas estão com o acondicionamento perfeito e já foram inspecionadas.

– Tivemos uma questão operacional de menor porte. Um equipamento chamado recirculation fun de um dos banheiros do fundo da aeronave teve uma pane. Isso não colocou em risco a segurança do voo, porém a verificação se fez necessária para a total segurança dos passageiros e da tripulação. Não temos registro de fumaça. Temos registro de um cheiro desconfortável.

– O supervisor de manutenção da TAM do aeroporto de Frankfurt foi enviado ao local e chegou esta manhã às ilhas Canárias com os materiais sugeridos pela Boeing pelo caso. Ele está se responsabilizando pelo reparo e pela fiscalização da aeronave.

– Tudo o que é transportado a bordo pela TAM segue todas a leis, inclusive os normativos da IATA, a associação internacional das empresas aéreas.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo