Mais Médicos: 192 profissionais abandonaram o programa

Por Tercio Braga
Cubanos que abandonaram o programa são 22 | Moacyr Lopes Júnior/ Folhapress Cubanos que abandonaram o programa são 22 | Moacyr Lopes Júnior/ Folhapress

Na semana passada, com a divulgação do caso de Ramona Rodriguez, cubana que foi acolhida pelo DEM, o ministro da saúde Arthur Chioro informou que 102 médicos tinham se desligado do Mais Médicos, até agora. Desse grupo, 22 cubanos.

Leia mais
• Segundo médico cubano abandona o programa Mais Médicos

Nos últimos dias, porém, o ministério foi informado de outros 89 profissionais que não têm aparecido nos postos de saúde para trabalhar. 80 deles são brasileiros formados no país e 5 são estrangeiros ou brasileiros formados fora. Quatro são cubanos.

Os nomes dos 89 profissionais do Mais Médicos que não apareceram para trabalhar nos últimos dias serão publicados no Diário Oficial, como forma de notificação. Eles terão um prazo para retornar ao trabalho e, caso não voltem, serão oficialmente desligados do programa.

O governo federal vai publicar, na quinta-feira, uma portaria estabelecendo os passos do fluxo de desligamento do Mais Médicos.

O ministério garante, porém, que a população não será prejudicada. Segundo o ministro Chioro, é tarefa do governo fazer a substituição desses profissionais.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo