Ministério Público de SP investiga doações a Genoino e Delúbio

Por Caio Cuccino Teixeira
Websites foram lançados para arrecadar doações a José Genoino e Delúbio Soares | Divulgação Websites foram lançados para arrecadar doações a José Genoino e Delúbio Soares | Divulgação

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse nesta quarta-feira, dia 5, que o Ministério Público de São Paulo está investigando as doações feitas para pagar as multas impostas a condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão. O ex-presidente do PT José Genoino e o ex-tesoureiro Delúbio Soares conseguiram o dinheiro necessário para o pagamento das multas.

Veja também:
Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil, é preso na Itália

Janot ressaltou que as doações são legais, mas é preciso apurar a origem do dinheiro. “Qualquer um pode fazer a doação. O que a gente quer compreender é a origem do dinheiro. Os cidadãos podem doar, isso não tem nenhum problema, não há nenhum ato ilícito nesse fato, mas o que se quer ver é se trata mesmo de doações ou não”, argumentou o procurador-geral.

Na terça-feira, dia 4, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes considerou “esquisita” a rapidez com que condenados estão conseguindo arrecadar dinheiro para pagar multas impostas pelo STF. O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) disse que não há ilegalidade e criticou as suspeitas de Gilmar Mendes.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo