Joaquim Barbosa: ‘Condenados devem ficar no ostracismo’

Por Tercio Braga
Joaquim Barbosa está em Londres para compromissos oficiais | Felipe Sampaio/STF Joaquim Barbosa está em Londres para compromissos oficiais | Felipe Sampaio/STF

O presidente do STF (Supremo Tibunal Federal), Joaquim Barbosa, reagiu às críticas do deputado  João Paulo Cunha (PT-SP), de que tem feito “pirotecnia” no andamento da ação penal do mensalão. Para Barbosa, “condenados por corrupção devem ficar no ostracismo e perder uma boa parte dos seus direitos”.

O ex-presidente da Câmara dos Deputados teve o processo no mensalão encerrado sem a expedição do mandato de prisão, porque  o presidente do STF saiu de férias sem assinar a decisão.  Cunha classificou o ato como falta de ‘civilidade, humanidade e cortesia’.

Os ministros Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski, que ocuparam a presidência do STF, também não assinaram o mandado por não considerarem a medida de acordo com o regimento interno do Supremo, e por não verem urgência no caso.

A troca de farpas foi feita por meio de entrevistas. Barbosa disse que a mídia glorifica pessoas condenadas por corrupção quando abre suas páginas para declarações como as do deputado.

“Esse senhor foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal, pelos 11 ministros do STF. Eu não tenho costume de dialogar com réu. Eu não falo com réu”, reagiu o ministro que está em Londres para compromissos oficiais. Antes de chegar à Inglaterra, ele passou cinco dias em Paris, onde discursou no Conselho Constitucional Francês.

No dia 24, o advogado de Cunha, Alberto Toron, também atacou Barbosa por ter saído de férias sem assinar o mandato de prisão: “É o fim da picada. Eu acho que não tem que dizer muito mais do que isso. E ele confortavelmente dando seu ‘rolezinho’ em Paris”.

“Um advogado vir a público fazer grosserias preconceituosas contra um membro do Judiciário que julgou seu cliente é prova de um déficit civilizatório”, respondeu Barbosa.

O presidente do STF deve determinar a prisão de João Paulo na próxima semana.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo