51% estão insatisfeitos com sua vida sexual, segundo pesquisa

Por fabiosaraiva

Pesquisa aponta que metade dos brasileiros (51%) está insatisfeita com a vida sexual. O levantamento, divulgado  pela psiquiatra Carmita Abdo, coordenadora do ProSex (Programa de Estudos em Sexualidade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo), analisou as respostas de 1.004 homens e mulheres com idades entre 18 e 65 anos.

De acordo com a psiquiatra, o problema do brasileiro é a falta de comunicação. A consequência pode ser uma relação sexual muito rápida. A maioria, cerca de 40%, diz dedicar no máximo 15 minutos para as preliminares. E 13% finalizam o ato em no máximo cinco minutos.

Além disso, a falta de comunicação e a rapidez dificultam o prazer da mulher. Apenas 22% dizem chegar ao orgasmo em todas as relações sexuais.

Não admitir quando se tem algum problema também pode colaborar para insatisfação. Cerca de 60% dos brasileiros apresentam essa característica.

Os entrevistados também relataram melhora no humor e autoestima após o sexo. Para 59% dos homens e 67% das mulheres, o ato ajuda evitar o estresse.

Do total de entrevistados, 880 se declararam heterossexuais. A maioria, cerca de 89%, estava em uma união estável no momento da pesquisa.

Em comparação a outros 36 países, os brasileiros são os que mais variam. Metade diz utilizar do sexo oral – o resultado global chegou a apenas 33%. Por outro lado, os estrangeiros usam mais artigos para incrementar o ato: 22% ante 17% entre os brasileiros.

20140122_SP03_vida-sexual

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo