Kassab recebeu dinheiro da Controlar, diz testemunha

Por Tercio Braga
Ex-prefeito Gilberto Kassab diz que acusações são falsas | Nelson Antoine/Fotoarena/Folhapress Ex-prefeito Gilberto Kassab diz que acusações são falsas | Nelson Antoine/Fotoarena/Folhapress

Uma testemunha ouvida em dezembro pelo Ministério Público afirmou que o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) recebeu uma “fortuna” da Controlar, empresa responsável pelo serviço de inspeção veicular em São Paulo. O montante, de acordo com o depoimento, ficou guardado no apartamento de Kassab até a Promotoria passar a investigar a empresa.

Segundo o Jornal Nacional, a testemunha aceitou falar em troca de uma possível redução da pena aos promotores que investigam a ação de auditores fiscais acusados de cobrar propina para reduzir o valor do ISS para construtoras.

A fraude pode ter desviado R$ 500 milhões dos cofres da Prefeitura.

Segundo a testemunha, o auditor fiscal Ronilson Bezerra Rodrigues, apontado como líder da máfia do ISS, disse que Kassab pediu ajuda ao empresário Marco Aurélio Garcia, irmão do secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Garcia, para levar o dinheiro até uma fazenda no Mato Grosso, de avião. O auditor teria afirmado em tom de brincadeira que o avião quase não conseguiu decolar por conta da quantidade de dinheiro.

O MP (Ministério Público) afirma que a testemunha disse que Kassab mantinha uma relação estreita com Ronílson Rodrigues, e que  o escritório usado pelos fiscais da máfia do ISS no Largo da Misericórdia, no centro da capital, havia sido utilizado por Kassab anteriormente. O locatário da sala é Marco Aurélio Garcia.

O ex-prefeito divulgou nota afirmando que o conteúdo do depoimento, cuja autoria nem sequer é conhecida, é falso e fantasioso. “O ex-prefeito repudia as tentativas sórdidas de envolver seu nome em suspeita de irregularidades que pesem contra funcionários públicos, cujo objetivo escuso é única e exclusivamente atingir a sua imagem e honra”, diz a nota. A Controlar não se manifestou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo