Relatório aponta falhas no Ministério da Saúde

Por Tercio Braga

A Controladoria-Geral da União (CGU) divulgou o Relatório da Auditoria Anual em que mostra pagamentos indevidos e falhas no controle interno do Ministério da Saúde na realização da Expoepi, feira institucional que aconteceu entre os dias 16 e 19 de outubro de 2012, em Brasília.

A auditoria detectou que foram contratados serviços no valor de R$ 2 milhões que não foram prestados ou executados em quantidade inferior à estabelecida em contrato. Outra constatação, foi o valor pago para a locação do centro de convenções, que saiu R$636 mil mais cara do que o normal. No mesmo relatório, a CGU identificou que 62% das unidades do Samu não prestaram contas dos serviços prestados.

Em nota, o Ministério da Saúde informou que a empresa contratada para o aluguel atendeu aos requisitos legais e não gerou ˜despesas antieconômicas”, como apontou o relatório do CGU.

O Ministério pediu pediu a instauração de procedimentos para apurar o real prejuízo aos cofres públicos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo