Bilhete da Mega da Virada pode ter sido roubado no Paraná

Por BAND

Um dos bilhetes premiados da Mega-Sena da Virada pode ter sido roubado no Paraná, segundo investigações da polícia. Informações como a data e o horário em que a aposta vencedora foi feita em Curitiba podem ajudar a polícia nas investigações sobre o suposto roubo do bilhete.

Segundo a Delegacia de Furtos e Roubos, o acesso a esses dados deve ser solicitado formalmente à Caixa Econômica Federal. Eles serão confrontados com imagens das câmeras de segurança na Cabral Lotéricas, local onde a aposta foi feita. A intenção da polícia é saber se quem aparece nas imagens é Aníbal Fayez Murrai. No dia 1º de janeiro, ele registrou um Boletim de Ocorrência no CIAC SUL (Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão) do bairro Portão.

O apostador alega que perdeu o bilhete no dia 26 de dezembro, depois que a irmã dele teria ido a um lava-rápido. O comprovante da aposta, segundo Aníbal, estava dentro do carro e desapareceu depois de o veículo ter sido lavado. Na última quinta-feira, Aníbal bateu às portas da lotérica de onde saiu a aposta vencedora e explicou a situação para o dono do estabelecimento, José Alencastro. O dono da lotérica não acreditou na versão de Aníbal.

A partir das informações da Caixa Econômica e das câmeras de segurança da Lotérica, a Delegacia de Furtos e Roubos pode instaurar um inquérito para apurar o caso. Se ficar comprovado que quem estava no local no momento da aposta vencedora é Aníbal Fayez Murrai, a pessoa que já retirou o prêmio de mais de R$ 56 milhões pode ter o sigilo bancário quebrado.

Já, caso as imagens comprovem o contrário, a situação complica para o Aníbal: ele pode ser acusado de falsa comunicação de crime.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo