Aeroportos privados têm obras mais adiantadas, diz levantamento

Por BAND

Aeroportos sob concessão da iniciativa privada estão com obras mais adiantadas, de acordo com levantamento da Bandnews FM. O estudo foi feito em oito das 12 cidades sedes da Copa do Mundo de 2014 que têm projetos de ampliação dos aeroportos. Apenas metade está dentro do cronograma.

No Aeroporto Internacional de Guarulhos, um dos três privatizados recentemente, o projeto de melhorias para a Copa custa R$ 3 bilhões e prevê, entre outras coisas, a construção de um novo terminal de passageiros. Cerca de 60% das obras já foram concluídas e a empresa GRU Airport, que opera no local, garante que tudo será entregue até maio do ano que vem.

Em Brasília, o Aeroporto Juscelino Kubitschek está no meio do caminho da preparação para a Copa do Mundo. O terminal mais que dobrou o número de vagas no estacionamento e ampliou a sala de embarque com a abertura de dois novos portões, mas passageiros ainda reclamam da demora na esteira de bagagem, da falta de pontes de embarque e desembarque, dos ônibus que fazem o trajeto para a aeronave e das longas filas.

No Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro, a pista de pousos e decolagens está 85% concluída, e os terminais 1 e 2 têm 45% e 51%, respectivamente, dos trabalhos prontos. O controle do terminal ainda não foi definido – um leilão para a escolha será feito em 22 de novembro e o contrato será de 25 anos.

Em Salvador, as obras no aeroporto internacional começaram em janeiro deste ano e, até agora, cerca de 25% do terminal de passageiros foram concluídos.

A Infraero admite atrasos na execução do projeto, mas fala em acelerar os trabalhos e garante que tudo ficará pronto para a Copa do Mundo de 2014.

No Pinto Martins, em Fortaleza, a ampliação do pátio das aeronaves já foi concluída e, até agora, foram finalizados 30% do previsto.

Na capital gaúcha, apenas um dos quatro projetos previstos para o Salgado Filho está em andamento. A entrega deve ocorrer em cima da hora, mas ampliação total só será feita em 2016.

O processo de licitação para a escolha da empresa que vai controlar o terminal começa em dezembro e deve terminar em julho de 2015.

O Aeroporto Internacional de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, tem quase 40% das obras de reforma do terminal concluídas. Assim como no Rio de Janeiro, seu leilão está marcado para novembro.

Já no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba, como a reforma foi dividida em duas etapas, apenas uma parte será entregue até maio de 2014.

O pátio de manobras de aviões está praticamente pronto, com 95% dos trabalhos concluídos, e a reforma do terminal de passageiros tem apenas 5% do projeto executados.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo