Justiça de São Paulo bloqueia R$ 47 milhões do filho de Paulo Maluf

Por Tercio Braga

A Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de R$ 47 milhões em ações da Eucatex, pertencentes ao empresário Flávio Maluf e mantidas desde 2001 sob a guarda de um banco na Suíça.

A decisão foi expedida pela juíza Celina Toyoshima, a pedido do Ministério Público, que investiga supostos desvios ocorridos na época em que o deputado federal Paulo Maluf, pai de Flávio, foi prefeito da capital paulista, entre 1993 e 1996.

A suspeita é que as ações tenham sido adquiridas com recursos desviados de obras públicas. Se isso for provado, a Prefeitura poderá mover uma ação na Justiça para reaver o dinheiro. Paulo Maluf nega qualquer irregularidade.

Loading...
Revisa el siguiente artículo