Dilma aproveita perfil "fake" e lança Portal Brasil

Por george.ferreira
Dilma Twitter_Reproduçao Instagram A presidente Dilma Rousseff posou ao lado do criador do perfil falso para o Instagram do Planalto / Reprodução Instagram

A presidente Dilma Rousseff aproveitou o sucesso do seu perfil falso na internet para relançar o Portal Brasil, que, segundo ela, foi reformulado e vai ser a porta de acesso ao governo do cidadão nas redes sociais. Em encontro com o jovem Jefferson Monteiro, criador do “fake” Dilma Bolada, a presidente anunciou sua volta ao Twitter, lançou um perfil no Instagram (@palaciodoplanalto) e comunicou a criação de uma página da Presidência da República no Facebook.

Durante o encontro, Dilma participou de uma espécie de entrevista com o perfil Dilma Bolada e comentou assuntos atuais ligados ao seu governo. Um dos temas abordados foi a matéria sobre o Brasil publicada pela revista The Economist. A capa da publicação traz a chamada: “E o Brasil, estragou tudo?” e questiona o momento pelo qual a economia do país passa.

Por meio do Twitter, Dilma respondeu: “Eles estão desinformados. O dólar estabilizou, a inflação está sob controle. Somos a 3ª economia que + cresceu no mundo no 2º trimestre. Quem aposta contra o Brasil, sempre perde” (sic). E Monteiro aproveitou para brincar: “Estou boladíssima com a @TheEconomist… vou falar mais umas verdades agora pra The Recalconomist pelo @dilmabr pq eu falo na cara…” (sic).

Mais Médicos

Outro tema abordado pela dupla foi o programa Mais Médicos. “Respeito muito os médicos brasileiros, mas traremos médicos de onde pudermos. Importante é atender melhor a população. Isso é o + médicos.” (sic), disse a presidente. O perfil falso mais uma vez não deixou de comentar: “Agora é hora de sambar e falar do #MaisMédicos, o programa maravilhoso que tinha que ter até no hospital do Cesar de “Viver A Vida”…”.

Espionagem

A presidente também comentou sobre o escândalo da espionagem dos Estados Unidos e seu discurso na abertura da 68ª Assembleia da ONU (Organização das Nações Unidas). “Países amigos não podem viver sob desconfiança. Um outro comportamento dos EUA para com o Brasil é necessário.”, declarou Dilma. “Como disse na ONU. Vamos nos proteger. O novo marco civil da Internet vai ampliar a privacidade dos brasileiros.”, completou.

Dilma também respondeu a uma jornalista que questionou sua fala durante o seminário promovido pelo Grupo Bandeirantes, em Nova York, na última quarta-feira. Na ocasião, a presidente disse que o país precisava de mais engenheiros do que advogados. Dilma chegou a brincar que advogado era custo e engenheiro trabalho.

E respondeu: “Não é isso, Jessica. Milha filha, meu genro e meu ex-marido todos são formados em direito. Daqui a pouco até o Gabriel… Mas o Brasil precisa muito de engenheiros.”

O encontro foi bastante comentado nas redes sociais nesta sexta-feira. Às vésperas do ano eleitoral, a presidente demonstra uma aproximação com os eleitores e flexibilidade ao intensificar a sua participação e a do governo federal nas redes sociais. A iniciativa pode ser até mesmo uma resposta à propaganda eleitoral do pré-candidato tucano Aécio Neves, que usa o bordão “Vamos conversar?” em suas intervenções.

O perfil falso da presidente não perdeu a oportunidade de “alfinetar” o partido rival: “E hoje foi o dia que a tucanada deitou na BR”. A conversa entre Dilma e o estudante Jefferson Monteiro durou cerca de uma hora. O lançamento oficial do Portal Brasil está marcado para às 15h, segundo o portal da Presidência da República.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo