Alckmin defende que PSDB realize prévias

Por Carolina Santos
Depois de Aécio Neves, governador de São Paulo se declara a favor das prévias | Thomas Tebet/Frame/Folhapress Depois de Aécio Neves, governador de São Paulo se declara a favor das prévias | Thomas Tebet/Frame/Folhapress

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou ontem que é a favor de prévias internas no partido para escolha do candidato à presidência nas eleições de 2014.

Alckmin comparou a situação dos tucanos à do Partido Democrata dos Estados Unidos, em 2008. Segundo ele, quando visitou os EUA em 2007, Hillary Clinton era dada como a escolhida para disputar as eleições, mas, nas primárias americanas, Obama foi o vencedor e tornou-se o presidente posteriormente.

Alckmin afirmou que, quanto mais a sigla ampliar a consulta, melhor. Segundo ele, nos EUA, até não filiados podem votar.

No PSDB, o senador Aécio Neves e o ex-governador de São Paulo José Serra vêm debatendo publicamente sobre qual a melhor forma de definir o candidato do partido à presidência.

Aécio, que hoje é o presidente nacional da sigla, afirmou anteontem que é a favor das prévias, mas apenas se o partido tiver mais de um nome interessado em disputar o cargo após outubro.

Serra, que já disputou duas vezes o Planalto, afirmou no último dia 14 que será candidato “a alguma coisa”. O político estuda até deixar o PSDB para disputar a presidência pelo PPS.

Hoje, Aécio tem o apoio da maioria dos dirigentes do PSDB. Por isso, os aliados de Serra defendem que, se houver uma disputa interna, o colégio eleitoral não deve se restringir aos dirigentes do partido.

Loading...
Revisa el siguiente artículo