Congresso mantém vetos da presidente Dilma a quatro projetos

Por fabiosaraiva
Manifestantes ocuparam o plenário | Sérgio Lima/ Folhapress Manifestantes ocuparam o plenário | Sérgio Lima/ Folhapress

O Congresso manteve os vetos da presidente Dilma Rousseff a quatro projetos, como a Lei do Ato Médico e ao Fundo de Participação dos Estados.

A apreciação do veto ao fim da multa de 10% do Fundo de Garantia em caso de demissão sem justa causa – que poderia causar prejuízos aos cofres da União – foi adiada para o mês que vem.

A votação no Congresso Nacional foi concluída às 21h dessa terça-feira. Por conta disso, a madrugada foi marcada pela contagem dos votos, registrados em papel. O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), informou que 458 deputados e 70 senadores votaram.

Tumulto

Durante a votação, as galerias foram ocupadas por manifestantes contra e a favor dos vetos parciais ao projeto de lei que institui o Ato Médico. Calheiros considerou as manifestações democráticas e convocou nova sessão para apreciar os vetos presidenciais para o dia 17 de setembro.

A terça-feira ainda foi de tensão na Câmara, que teve o plenário invadido por profissionais de diversas áreas e sindicalistas. Veja na reportagem:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo