Governo contratará 4 mil médicos cubanos

Por Carolina Santos
Padilha assinou o acordo nesta quarta-feira | Wilson Dias/ABr Padilha assinou o acordo nesta quarta-feira | Wilson Dias/ABr

O Brasil receberá, nos próximos meses, quatro mil médicos cubanos selecionados para o Programa Mais Médicos, do governo federal. O acordo foi assinado nesta quarta-feira pelo ministro Alexandre Padilha.

Padilha firmou o termo de cooperação com a Opas (Organização Panamericana de Saúde). Na primeira etapa do convênio, 400 profissionais desembarcarão no Brasil já no final de semana.

Eles serão encaminhados, em parte, para os 701 municípios que não foram escolhidos por nenhum médico brasileiro ou estrangeiro aprovado na primeira fase do programa.

Dos 701 municípios, 84% estão nas regiões Norte e Nordeste. Os cubanos, ao contrário dos brasileiros e estrangeiros que se inscreveram no Mais Médicos, não poderão escolher os locais para onde serão encaminhados.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo