Morte de youtubers viajantes durante expedição em cachoeira causa comoção nas redes

Polícia diz que canadenses caíram de uma altura equivalente a prédio de dez andares; polícia investiga se eles gravavam um vídeo no momento do acidente, diz a imprensa local.

Por BBC Brasil

Três integrantes de um canal de viagens no YouTube morreram na terça-feira ao cair em uma cachoeira no Canadá.

Ryker Gamble, Alexey Lyakh e Megan Scraper contribuíam ao canal High On Life, postando vídeos sobre suas aventuras de viagens.

"Eles eram três das pessoas mais cálidas, gentis, entusiasmadas e extrovertidas que pode existir", diz um comunicado do canal.

A polícia canadense relata que o trio estava nadando no topo das cachoeiras Shannon Falls, na província de Colúmbia Britânica, quando "escorregou e caiu em um lago, de uma altura de 30 m", equivalente a um prédio de dez andares.

Segundo a emissora canadense CTV, uma equipe forense vai investigar se eles estavam gravando um vídeo no momento da queda.

Outros membros do grupo, que tem 1,1 milhão de seguidores no Instagram e mais de 500 mil inscritos no YouTube, criaram uma página para arrecadar dinheiro para os familiares dos viajantes e postaram um vídeo de tributo.

"Não há palavras que sejam capazes de amenizar a dor e devastação que sentimos no momento", disse um dos integrantes no vídeo.

A postagem causou comoção entre os jovens seguidores do High On Life.

"Não consigo acreditar na notícia; vocês são uma inspiração para nós e outros tantos viajantes", disse uma usuária do YouTube. "Este não é o típico vídeo feliz que vocês postam, e fico de coração partido ao assisti-lo", disse outro.

102411858shutterstockeditorial3365436ahuge1-636d0e4f93f7a40d7f836e6178f62a07.jpg Jovens caíram de uma altura de 30 m nas quedas d"água de Shannon Falls / Design Pics Inc/REX/Shutterstock

De acordo com a imprensa local, os corpos foram encontrados após uma extensa busca aérea e em terra, assim que amigos avisaram os serviços de emergência de que os três viajantes haviam sido levados pela água na terça-feira.

Um porta-voz da polícia afirmou que o trio "estava à beira (da queda d'água)", e há relatos não confirmados de que Scraper tenha escorregado e caído e seus colegas tenham tentado resgatá-la.

A emissora CBC afirma ainda que moradores locais têm se queixado de que a área de Shannon Falls vem sendo visitada por turistas despreparados para encarar o terreno perigoso.

"Essa preocupação tem sido ecoada em outras partes da província (de Colúmbia Britânica) por escaladores e entusiastas da vida selvagem, que têm visto locais isolados sendo invadidos por turistas em busca do cenário que veem no Instagram", diz reportagem da emissora.

Vida de viajantes

Gamble e Lyakh criaram o High On Life com um terceiro amigo, Parker Heuser, depois de terem feito uma longa viagem pelo mundo em 2012.

Transformaram a produção de vídeos de viagem em uma fonte de renda, com frequência promovendo marcas e destinos turísticos nas postagens em redes sociais feitas em lugares exóticos.

"High On Life é uma atitude de abraçar as oportunidades da vida com energia e um olhar positivo", diz a página de Facebook do grupo.

https://www.instagram.com/p/BjiIEBKHdWZ/?hl=en&taken-by=highonlife

Em uma de suas últimas postagens no Instagram, Gamble, 30, falou a respeito das coisas que podemos aprender "de nós mesmos quando jovens".

"A vida não é feita de responsabilidades, decisões difíceis e trabalho duro, e sim de êxtase e de viver o momento", escreveu.

No ano passado, Gamble, Lyakh e outro integrante do High On Life, Justis Price Brown, foram banidos por cinco anos de parques federais americanos após terem invadido uma área de preservação do Parque Nacional de Yellowstone.

©
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo