Multas por desrespeito a ciclistas triplicam em São Paulo

Publicidade

Por Márcio Alves - Metro

21/07/2014 às 7h00

O desrespeito ao ciclista no trânsito nunca foi tão punido quanto neste ano. Balanço da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) mostra que a quantidade de multas por esse motivo praticamente triplicou entre janeiro e maio deste ano. Foram 9,1 mil autuações nos cinco primeiros meses de 2014, ante 2,9 mil do ano passado -  duas autuações por minuto.

São autuações como transitar de forma perigosa, deixar de dar seta em conversões ou invadir as faixas exclusivas para bicicletas.

Em apenas cinco meses, a prefeitura já autuou mais motoristas do que em todo o ano de 2012, quando foi criado o Programa de Proteção ao Ciclista.

O objetivo do projeto é  reduzir a quantidade de acidentes e mortes de ciclistas na capital. Segundo a CET, vem dando resultado. No ano passado, o número de mortes de ciclistas caiu de 52 para 35 – 32%.

Para o especialista e consultor em trânsito Horácio Figueira, a CET tem concentrado alguns tipos de fiscalização que anteriormente não era feita. “Quando a prefeitura começa a focar em um tipo de irregularidade o reflexo é logo sentido na quantidade de multas. Com o desrespeito ao ciclista não foi diferente. Desde a criação do programa de proteção, as multas não pararam de crescer”, afirma Figueira.

20140721_SP02_Evolução-das-Autuações-Multas

Últimas de Foco

hashtags

Últimas reações do Twitter