Doria quer implantar 10 mil câmeras para reduzir índices de criminalidade

Publicidade

Por band.com.br

20/03/2017 às 9h43

Gestão do prefeito Doria prepara pacote que vai transferir 55 empresas e serviços público para a iniciativa privada por meio de privatizações, concessões e parcerias | Cesar Ogata/ Secom

| Cesar Ogata/ Secom

A prefeitura aposta no monitoramento por câmeras para reduzir os índices de criminalidade em São Paulo. A gestão Doria quer implantar 10 mil equipamentos em toda a capital até o fim do mandato.

O prefeito pretende tornar a capital paulista a cidade “mais bem monitorada” do país e avalia que isso vai inibir a ação dos bandidos.

De acordo com o prefeito, as primeiras 250 câmeras serão instaladas na região do Brás, no centro, a partir de abril.

João Doria ressalta que os equipamentos serão monitorados pela PM, numa ação conjunta entre os governos estadual e municipal.

Ele destaca que também está negociando para que condomínios e empresas participem da iniciativa.

Doria esteve no Parque Ibirapuera, neste domingo, e lançou um projeto de revitalização e ampliação da Praça Ayrton Senna, que fica próxima ao Obelisco.

Nesta terça-feira (21), segundo o prefeito, será publicado no Diário Oficial um acordo com Eletropaulo, Sabesp e Comgás para melhorar a qualidade do asfalto da capital.

Para cada buraco acima de um metro quadrado aberto para serviços pelas concessionárias, elas terão que recapear um total 50 metros quadrados.

Últimas de Foco

Últimas reações do Twitter